Honra & Porrada

O nosso grito de guerra “Honra e Porrada” enaltece a virtude da honra e deixa claro aos adversários nosso ímpeto nos jogos. Nós vamos partir pra cima, vamos agredir de forma organizada e tática e avançaremos sempre se o jogo solicitar esta ação.

Em jogos presenciamos alguns jogadores com este espírito e quando avançam, se surpreendem sozinhos na frente, ou vemos um grupo grande de jogadores em troca eterna de bolinhas receosos de avançar e serem eliminados do jogo.

No FURIA treinamos a invasão, movimentos sincronizados de distração e avanço pelos flancos. Não ficamos assistindo ao jogo, agimos para levar o adversário a reagir de acordo com a nossa necessidade e permitir nosso avanço. Podemos perder jogadores, mas o prêmio de uma ação bem sucedida vale o sacríficio. Um jogo não será ganho apenas por ações isoladas, o time deve sempre agir visando o objetivo a ser alcançado. Conhecemos também a derrota e aprendemos com ela. Ao termíno dos jogos avaliamos nossos erros. Falamos e ouvimos. A disciplina tática de cumprir um objetivo ao longo de um jogo, mesmo quando não se dispara nenhuma bolinha, é um comportamento que ainda buscamos excelência, é o espirito do jogo Milsim, que só alcançaremos desenvolvendo a cultura desta modalidade fantástica de paintball.